O CAFÉ PODERÁ SUBSTITUIR A APLICAÇÃO DE MEDICAÇÕES PARA O DIABETES?

Tomar 3 vezes ao dia

O café poderá, um dia, substituir a aplicação de medicações para o diabetes?

É o que um grupo de cientistas suíços pretende através do desenvolvimento de um sofisticado projeto de bioengenharia farmacêutica.

A ideia baseia-se na colocação de um implante gelatinoso embaixo da pele contendo células que liberam a medicação quando “percebem”a presença de cafeína na corrente sanguínea. Assim as moléculas de cafeína funcionam como um indutor da liberação de GLP-1 para a corrente sanguínea.

O que é o GLP-1?

O GLP-1 é normalmente produzido pelas células do intestino e ajuda no controle da glicemia após as refeições e em jejum.  Quando nos alimentamos o GLP-1 é secretado na corrente sanguínea e estimula a produção de insulina pelas células do pâncreas. Encontra-se, geralmente, diminuído nas pessoas com diabetes tipo 2.

Medicações com ação similar ao GLP-1 já são utilizadas por pessoas com diabetes tipo 2, porém, em forma de injeções, com canetas aplicadoras, como é o caso das medicações Byetta e Victoza. Veja mais em Medicações Usadas no Diabetes 

No caso do implante seria necessário apenas beber um café após a refeição, por exemplo. Evitando injeções e efeitos indesejáveis das medicações atuais,  colaboraria para um maior comprometimento da pessoa, com diabetes, em relação ao seu tratamento que, muitas vezes, é abandonado por conta das dificuldades encontradas.

Como funciona?

O implante contém célula humanas modificadas capazes de produzir GLP-1, essas células são dotadas de um “circuito genético” que as sensibiliza à presença de moléculas de cafeína.

Ao tomar um cafezinho, por exemplo, a cafeína vai para a corrente sanguínea e em contato com as células do implante provocam a liberação do GLP-1.

Essa droga uma vez liberada na corrente sanguínea vai estimular as células beta do pâncreas a produzir insulina que por sua vez vai controlar os níveis de glicose no sangue.

Os testes estão ainda sendo feitos em ratos e provavelmente ainda levará um bom tempo até que se comprove a segurança e eficácia do método, mas se os resultados forem bons, talvez chegue o dia em que a pessoa com diabetes tipo 2 possa controlar sua glicemia apenas com algumas doses de café, chá preto ou bebidas energéticas.

https://www.nature.com/articles/s41467-018-04744-1

Anúncios

2 Respostas para “O CAFÉ PODERÁ SUBSTITUIR A APLICAÇÃO DE MEDICAÇÕES PARA O DIABETES?

  1. Olá, meu pai tem 78a foi diagnosticado com diabetes e precisa tomar insulina 2x dia a nph. 30ui pela manhã 7h e 14ui às 21h. A dose da manhã é antes do seu café? Ou depois?
    Obgda.
    Mary

    Curtir

    • Olá, Marilene, obrigada por nos acompanhar!
      No caso do seu pai que vai tomar insulina NPH não faz diferença aplicar antes ou depois do café da manhã. Porque esse tipo de insulina tem seu início de ação por volta de duas horas após a administração. Isso significa que o seu efeito hipoglicemiante ( redução da glicemia) começará, somente, cerca de duas hora após a aplicação. Então, se antes disso ele tomar o café da manhã não haverá problema. Para saber mais sobre o tempo de ação das insulinas veja https://diabetesemduvida.files.wordpress.com/2016/03/tipos-de-insulinas-ac3a7c3a3o.pdf
      Se ficou alguma dúvida, pergunte-nos. Esperamos ter ajudado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s