OS SEIS PASSOS BÁSICOS PARA UMA GRAVIDEZ SAUDÁVEL ASSOCIADA AO DIABETES

 

gravidez-diabetes-saudável

1- Automonitorização da glicemia, conforme orientação médica

2- Usar a medicação necessária

3- Alimentação saudável

4- Atividade física, conforme orientação médica

5- Evitar a hipoglicemia e a hiperglicemia

6- Informar-se, fazer o melhor possível, e procurar relaxar

 

1-Automonitorização da glicemia capilar (teste de ponta de dedo)

diabetes-gravidez06

A gravidez é acompanhada de mudanças físicas e psíquicas relacionadas às mudanças hormonais e ao desenvolvimento do bebê.

À medida que isso acontece ocorrem mudanças nos níveis de glicose no sangue.

Por isso, o automonitoramento frequente é muito importante. Ele vai mostrar à você e ao médico o que esta realmente acontecendo em relação à glicemia, ajudando-os a definir qual a medicação ou insulina adequada para a situação, sua dose e horários de utilização.

A frequência da realização dos testes vai depender da avaliação do médico, mas geralmente são feitos em jejum, antes e uma a duas horas após cada refeição.

Teste de Glicemia Capilar 

2- Usar a medicação necessária

Para controlar a glicemia durante a gestação pode ser necessário o uso de medicação. Nesse caso, geralmente é feito o tratamento com insulina, por apresentar bons resultados e não atravessar a barreira da placenta (não passa para o bebê).

Os locais mais indicados para a aplicação de insulina durante a gravidez são as coxas e o abdome (no início da gravidez, até o terceiro mês).

Existem estudos que sugerem o uso da metformina e/ou glibenclamida para o controle da glicemia durante a gravidez, mas isso deve ser avaliado pelo seu médico.

O uso do ácido fólico até a 12ª semana de gravidez ajuda a reduzir os riscos de malformação do tubo neural do bebê ( válido para todas as gestantes).

O Tratamento com Medicação no Diabetes

A Aplicação de Insulina – Guia Completo

3- Alimentação saudável

gravidez-alimentação-saudável

A qualidade da alimentação na gravidez não deve ser muito diferente de uma alimentação saudável de qualquer pessoa.

Deve ser variada, contendo legumes, verduras, frutas, grãos, leite e seus derivados, carnes, peixes e aves, utilizando-se, de preferência, alimentos com menos gordura.

As refeições devem ser divididas e distribuídas durante o dia conforme a orientação do médico ou nutricionista.  Porque além de facilitar a digestão, alimentar-se mais vezes, em menores quantidades, ajuda a evitar desequilíbrios da glicemia, como a hiperglicemia ou hipoglicemia.

Especialmente para as mulheres que usam insulina, a contagem de carboidratos é importante para ajustar a dose de insulina antes das refeições.

Os adoçantes artificiais como aspartame, sacarina, acessulfame-K e sucralose podem ser utilizados, mas com moderação.

Quando há a necessidade de perder peso ou controlar melhor o seu ganho, deve ser planejada uma alimentação com redução de calorias.

Bebidas alcoólicas não devem ser consumidas.

4- Atividade física durante a gravidez

gravidez-atividade física

A atividade física faz parte do tratamento do diabetes melhorando o aproveitamento da insulina e redução da glicemia.

Além disso, contribui para o bem estar da grávida, podendo colaborar para um melhor trabalho de parto.

 

Desde que não hajam contraindicações médicas, ela deve ser realizada durante cerca de 30 minutos, diariamente e, de preferência, após uma das refeições básicas (café da manhã, almoço ou jantar), para evitar a hipoglicemia e melhorar a ação da insulina no organismo.

O controle de glicemia capilar (teste de ponta de dedo) deve ser realizado antes e depois do exercício físico.

Deve ser discutida, com o médico ou com a equipe de diabetes, qual é a atividade física mais adequada para você e o que fazer nos casos de hipoglicemia antes, durante ou após o exercício físico.

O uso de calçados adequados é importante para evitar lesões nos pés durante a atividade física.

O Diabetes e os Cuidados com os Pés 

5- Evitar a hiperglicemia e a hipoglicemia durante a gravidez

 

hipoglicemia-o que fazer

Evitar Hiperglicemias

Para evitar os riscos da hiperglicemia para a mãe e para o bebê é importante monitorar frequentemente a glicemia.

É dessa forma que você, juntamente com o seu médico e a equipe de saúde, conseguirá obter um equilíbrio da sua glicemia, ajustando as doses de insulina (quando for o caso) à alimentação e atividade física, conforme a necessidade e metas definidas pelo seu médico.

Evitar Hipoglicemias

A hipoglicemia é a situação em que há uma queda do nível de glicose no sangue para menos que 60mg/dl.

Pode causar mal estar, como sensação de fraqueza, suores frios, tremores, ou passar despercebida.

Embora sejam relativamente frequentes durante a gravidez, as hipoglicemias são mais comuns em gestantes que já tinham diabetes antes de engravidar.

É importante saber que toda gestante com um bom controle de glicemia tem uma maior chance de ter hipoglicemias, mas isso não deve tornar-se motivo de grandes medos a ponto de atrapalhar o bom controle da glicemia. As hipoglicemias, devem sim, ser prevenidas.

A prevenção das hipoglicemias é feita com a realização dos testes de automonitoramento conforme a orientação médica e quando houver suspeita de queda do açúcar no sangue, como um mal estar súbito, sensação de muita fome ou fraqueza, dor de cabeça, tremores, suores frios e taquicardia (coração batendo depressa), por exemplo.

As razões principais para a hipoglicemia podem ser:  as mudanças hormonais que ocorrem durante a gravidez, sobretudo nos 3 primeiros meses, que provocam náuseas e vômitos que impedem a manutenção de uma alimentação adequada, doses elevadas de insulina ou atividade física.

Sendo assim, é importante discutir com o médico o que fazer quando sentir-se mal e/ou quando o teste de ponta de dedo mostrar que a glicemia esta baixa (< 60mg/dl).

Atenção

É importante saber que o bom controle da glicemia pode levar à ocorrência de hipoglicemia, inclusive no período da noite e da madrugada.

Em alguns casos, dependendo da intensidade do mal estar da gestante, ela necessitará de ajuda de outra pessoa, pois poderá ficar confusa ou mesmo perder a consciência.

Por isso, deve-se discutir com o médico ou equipe de saúde como reconhecer os sinais de hipoglicemia e o que fazer nesses casos.

A Hipoglicemia 

A  Hiperglicemia 

A Cetoacidose Diabética 

O Diabetes e os Cuidados com a Boca 

6- Informar-se, fazer o melhor possível, e procurar relaxar

Informar-se como deve ser o controle do diabetes durante a gravidez, seguir as recomendações médicas, esclarecer todas as dúvidas que surgirem, e procurar relaxar, aproveitando ao máximo essa fase tão especial na vida de uma mulher.

diabetes-gravidez09

 

 

 

 

 

Mais detalhes em  A Gravidez e o Diabetes

 

Ficou alguma dúvida? Pergunte-nos ou faça seu comentário no espaço no final da página!

Mais informações

Estar Bem com o Diabetes – Entender o Diabetes 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s